Microfranquias agitam a economia no Brasil; confira 7 modelos de 'negócios baratos' para trabalhar de casa

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising, uma microfranquia pode ter investimento de até R$ 90 mil

As microfranquias são uma grande oportunidade para quem procura empreender com um modelo de negócio pronto, em parceria com uma marca consolidada, sem precisar começar do zero nem fazer um grande investimento.

 

Em tempos de pandemia, crise econômica e alto índice de desemprego — que ultrapassa os 14% —, a procura por esse tipo de negócio tem aumentado no Brasil. E não é só isso. A demanda também tem evoluído.

 

Neste artigo, separamos sete modelos de microfranquias que podem ser alternativas para quem deseja empreender e crescer financeiramente. 

 

O que é uma microfranquia?                                                          

De acordo um artigo publicado pela plataforma de gestão em nuvem Omie sobre o que são e como funcionam as microfranquias, esse modelo de negócio funciona da mesma forma que uma franquia tradicional. A principal diferença é que o valor do investimento é menor.  A Associação Brasileira de Franchising (ABF) classifica como microfranquia uma franquia com investimento de até R$ 90 mil.

 

Esse valor inclui o investimento total, levando em conta a taxa de franquia, capital de giro, reformas, equipamentos, entre outras despesas.

 

Portanto, na prática, não há diferença entre microfranquia e franquia. Inclusive, há uma só lei para esse tipo de modelo de negócio, a lei de franquias (Lei Nº 8.955, de 15 de dezembro de 1994).

 

Um conceito que também tem se popularizado é o de nanofranquias, com investimentos de até R$ 30 mil. Modelos home office, quiosques e em lojas compactas são alguns dos formatos mais procurados.

 

O conceito de franquia

Uma franquia é o direito ou licença concedida por uma empresa a um indivíduo para comercializar produtos e serviços em uma área ou território específico. 

 

As matrizes normalmente adotam esse modelo para expandir seus negócios por meio de parceiros da marca (franqueados).

 

 

Quais são as vantagens de investir em uma microfranquia?

Agora que você já conhece o que é uma franquia, microfranquia e nanofranquia, veja alguns benefícios de se investir nesse modelo de negócio:

  • Baixo investimento: uma franquia é classificada como micro se possui investimento total de até R$ 90 mil, mas existem opções por cerca de R$ 5 mil;
  • Reconhecimento de marca: ao investir em uma microfranquia, o empreendedor herda a reputação da marca;
  • Assistência da franqueadora: a matriz da franquia já possui toda expertise sobre o negócio e conta com suporte em diversas áreas, especialmente no marketing;
  • Custo de instalação: com uma microfranquia, o empreendedor já sabe quando tem que desembolsar e também já conhece exatamente o que e onde comprar produtos;
  • Possibilidade de retorno rápido: com modelos enxutos, algumas microfranquias prometem retorno sobre o capital investido em poucos meses.

 

Como abrir uma microfranquia?

Confira alguns passos necessários para abrir sua microfranquia:

  1. Conheça sobre o universo do franchising: procure por informações sobre esse modelo de negócio, converse com empreendedores que já atuam nesse mercado, avalie as vantagens e os ônus ;
  2. Escolha o segmento: ter interesse e conhecimento sobre um nicho.  Entre esses dois fatores, o ideal é que você tenha pelo menos um para tomar sua decisão e fazer a escolha;
  3. Faça pesquisa de mercado: ao saber seu segmento, compare algumas opções de microfranquia nesse mercado;
  4. Confira a COF: a Circular de Oferta é um documento com todas as regras da relação entre o franqueado e a franqueadora, e as informações importantes sobre a franquia;
  5. Busque assistência jurídica: embora muitas marcas tenham boa reputação, tenha sempre apoio de profissionais de Direito na elaboração dos contratos para evitar possíveis transtornos;
  6. Siga os passos solicitados pela franquia escolhida: depois de fechar seu contrato, prossiga com as solicitações da sede antes de abrir as portas.

 

7 modelos de microfranquias baratas para trabalhar de casa

Entre os modelos de negócio mais enxutos e baratos de microfranquias, estão aqueles que permitem um trabalho remoto de qualquer lugar do mundo. Existem diversas marcas que disponibilizam esse tipo de franquia. 

 

Veja, a seguir, alguns dos segmentos em alta para microfranquias.

 

  1. Clube Turismo (agência de viagens)

A franquia Clube Turismo, como o próprio nome já diz, é uma agência de viagens que pode ser administrada de casa. Com investimentos a partir de R$ 5.900, essa é uma grande possibilidade para quem sonha em trabalhar no segmento de viagens.

Seu faturamento pode chegar a R$ 200 mil, dependendo do modelo de negócio, com prazo de retorno de investimento de 3 a 24 meses.

 

  1. Quisto (corretora de seguros)

A Quisto já conta com mais de 1 mil franqueados, que possuem um faturamento médio mensal de R$ 50 mil em seu negócio de corretora de seguros. A marca promete retorno do investimento mínimo de R$ 21 mil (para home office) em um prazo de 6 a 18 meses.

 

 

  1. Meu Dever de Casa (educacional)

As escolas de apoio Meu Dever de Casa oferecem quatro tipos de atividades: sessões de estudo, cursos de aprimoramento, apoio à alfabetização e ensino híbrido. O negócio pode ser executado em um espaço a partir de 20 m².

O valor de investimento fica entre R$ 30mil e R$120 mil, conforme o modelo escolhido. O faturamento médio dos franqueados é de R$ 5 mil a R$ 35 mil por mês.

 

  1. Brasil Nutri Shop (fitness)

A Brasil Nutri Shop tem se destacado no setor fitness por oferecer uma grande variedade de alimentos e produtos, como suplementos para emagrecimento e ganho de massa e acessórios esportivos. 

Não é necessário ter loja física. Seu investimento inicial fica a partir de R$ 10,9 mil para o modelo online e o retorno de investimento acontece entre 1 e 2 anos. 

 

  1. Bellaza (maquiagens)

A Bellaza é uma franquia de maquiagens e produtos relacionados que possui investimento inicial de R$ 9 mil. A marca promete como diferencial a flexibilidade de trabalhar onde e como quiser, com faturamento médio de R$ 5 mil e dedicação diária de apenas 2 horas.

 

  1. Primeiro Mundo (registro de marcas)

A Primeiro Mundo é uma empresa de registro de marcas com atuação desde 1992. Sua atuação consiste em serviços de proteção de marcas e de patentes junto aos órgãos responsáveis, como o Instituto Nacional de Proteção Intelectual (INPI).

O investimento inicial é de a partir de R$ 15 mil, com retorno entre 6 a 16 meses e faturamento médio mensal de R$ 30 mil a R$ 50 mil. 

 

  1. Omie (tecnologia ERP)

A franquia de tecnologia da Omie é uma das oportunidades em alta no setor tecnológico, mercado que já cresceu mais de 46% em 2021 e hoje já representa mais de 6,8% do PIB brasileiro. A previsão de investimento no segmento de tecnologia no Brasil é de, pelo menos, 7,1% até o final de 2021.

Omie é um sistema de ERP (Enterprise Resource Planning), ou seja, um software SaaS de gestão empresarial que permite gerenciar todas as áreas de uma empresa de forma integrada e em uma única plataforma.

Estas são algumas vantagens que o franqueado Omie possui:

  • faturamento médio anual de R$ 100 mil;
  • retorno de investimento em até 6 meses;
  • ponto de equilíbrio em 3 meses;
  • inteligência de KPIs para mensurar resultados;
  • lucratividade média de 20%;
  • isenção de royalties;
  • marketing exclusivo para eventos e materiais de apoio;
  • área dedicada ao sucesso do contador e cliente.

Listamos apenas sete modelos de franquias disponíveis no mercado e que têm chamado atenção. Mas existem muitas outras que podem atender às suas expectativas e ajudar você a realizar o sonho de ter o próprio negócio. Pesquise, se informe e tome sua decisão.

 

CONHEÇA A FRANQUIA IDEAL PARA VOCÊ!

  

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Encontre a melhor franquia para você

-->