Pandemia aquece mercado de Saúde, Beleza e Bem-Estar e impulsiona franquias do setor

Especializada em procedimentos estéticos faciais, a rede Botolifting aumentou faturamento mesmo durante a crise e deu início ao plano de expansão em ritmo acelerado pelo país

O segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar é um dos mais promissores do mercado de franquias brasileiro. Dados recentes da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que o setor faturou R$9.609 bilhões ao longo do 2º trimestre deste ano, com variação positiva de 11,8% no acumulado de 12 meses. Não à toa, o Brasil atualmente é o 3º maior mercado de estética do mundo, segundo a Associação Brasileira de Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), atrás apenas de Estados Unidos e China, gigantes do setor.

 

O que para muitos pode parecer um capricho para outros se tornou um item essencial: a procura por procedimentos estéticos aumentou consideravelmente durante a crise, dando protagonismo para serviços que antes não estavam tão presentes assim na vida do consumidor. A harmonização facial é um ótimo exemplo de como os procedimentos estéticos sofreram um boom nos últimos meses: a busca pelo termo cresceu 540% em 2020 no buscador do Google, e os profissionais da área também sentiram essa demanda.

 

“Com o isolamento social as pessoas dependeram da internet para o lazer, e também, para o trabalho, contexto que estimulou muito o uso da imagem pessoal. Isso fez com que a harmonização facial fosse muito buscada por famosos, que influenciaram anônimos, e caiu de vez no gosto popular”, explica Tatiana Fioroti, cirurgiã dentista e cofundadora da Botolifting, franquia especializada em procedimentos estéticos faciais. “Mais do que mudanças pontuais no rosto, a harmonização melhora as proporções faciais e devolve firmeza, volume, viço, iluminação e hidratação da pele”, garante.  

 

 

Experiência humanizada

A própria franquia nasceu durante a pandemia para atender uma necessidade de mercado crescente com o intuito de oferecer um serviço diferenciado focado na experiência humanizada do cliente. “Muitos clientes chegam querendo fazer vários procedimentos. O que fazemos é entender a necessidade desse cliente, realizamos uma avaliação do rosto, e indicamos aquilo que ele realmente precisa. E para isso, contamos com técnicas exclusivas e tecnologia”, diz Fioroti.

 

E para desassociar a harmonização facial do consultório do dentista, “algo que pode ser um momento desagradável para muitas pessoas”, conforme explica a empresária, ela e o sócio, Ivair Máximo, desenvolveram um espaço aconchegante e acolhedor pensando exclusivamente nos pacientes de estética.

 

Com faturamento acima de R$800 mil mensais, Fioroti afirma que a maioria dos clientes são fixos e fecham pacote para realizar os procedimentos constantemente. “Nosso principal objetivo é a fidelização. Além de confiar no nosso trabalho, o fato de termos pacientes recorrentes é uma prova social de que o modelo de negócio da marca dá certo”, diz. A lucratividade do negócio gira em torno de 30% a 50% de lucro líquido, números atrativos para novos franqueados.

 

 

Plano de expansão acelerado

A expectativa é que o setor continue aquecido por conta de mudanças na mentalidade do consumidor e também porque, de modo geral, a maioria dos serviços se tornaram acessíveis. “Ainda existe essa ideia de que procedimentos estéticos são muito caros e inacessíveis, mas já existem iniciativas no mercado que facilitam o acesso e sua popularização”, diz a especialista.

 

A mudança de percepção foi tanta que a marca aumentou o faturamento durante a crise, registrando R$1 milhão em 2019. “A pandemia pegou todo mundo de surpresa. Também sofremos um baque nos primeiros meses da crise, foi um pouco frustrante porque fazia pouco tempo que começamos a expandir como franquia”, lembra Fioroti.

 

Mas o aumento no faturamento mesmo após as dificuldades não foi uma surpresa, mas sim, resultado de muito trabalho e esforço coletivo. “Conseguimos nos recuperar rapidamente, registramos aumento na busca por serviços e também por novas unidades. Temos notado que cada vez mais empreendedores estão interessados em investir na área”, garante.

 

 

Para a Botolifting, o cenário positivo contribui para sonhar alto: prestes a comemorar um ano no franchising, a franquia pretende encerrar 2021 com 15 unidades em funcionamento e 60 unidades vendidas pelo país.

 

Sobre a Botolifting

Especializada em harmonização facial, a Botolifting foi criada em 2019, em Colatina (ES), pelos sócios Ivair Máximo e Tatiana Fiorotti. Em novembro de 2020, Lucas Quintella, entrou para a sociedade inserindo a marca no franchising. Atualmente, a Botolifting, cujo propósito é de se tornar referência em inovação de procedimentos estéticos faciais no Brasil, conta com dois modelos de negócios: a BotoliftingOne e a BotoliftingTwo, com valores de investimentos de R$191.000,00 mil e R$229.000,00 mil, respectivamente.

 

CONHEÇA A FRANQUIA IDEAL PARA VOCÊ

  

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Encontre a melhor franquia para você

-->